Gostava de ter escrito isto...

Sim, continuo, até ao final da Liga, calado sobre bola... Mas, posso e devo dar a palavra a outros. Acabei agora de fazer a vénia que este texto merece e após o colocar aqui, irei reler o dito, irei levantar-me e aplaudir de pé! Está lá quase tudo o que eu poderia querer dizer sobre o glorioso, sobre o meu Benfica e o ser benfiquista! Grande Gwaihir!

Manifesto - Contra a corrente

A tenda está montada, o circo chegou à cidade, mas só é palhaço quem quer.
Não contem comigo para atitudes histéricas e esquizofrénicas. Não contem comigo para correr desenfreadamente com a horda enlouquecida que exige sangue. Não contem comigo para andar pela comunicação social nas pontas dos pés a incendiar os ânimos. Não contem comigo para dizer que vou dar tempo ao tempo e passados uns meses exigir de volta o tempo que dei. Não contem comigo para fazer posts a pedir tolerância e, quando as circunstâncias exigem fibra e coerência, mandar a tolerância às urtigas. Não contem comigo para me deixar envenenar por manobras concertadas de uma parafernália de veículos dos media controlados pelo mesmo grupo para linchar publicamente um Presidente do Benfica e destruir a carreira de um director desportivo. Não contem comigo para achar que se deve copiar o exemplo de um clube que construiu (e ainda constrói) uma profusamente elogiada estabilidade à custa de corrupção, pagamento de viagens ao Brasil, guardas Abéis, fruta, galões e visitas de árbitros a casas de Presidentes nas vésperas de jogos.
Não contem comigo para vender a minha dignidade. Não contem comigo para defender estratégias de vitória à custa da nossa identidade.

Não contem comigo para criticar, de forma indiscriminada, a equipa quando joga mal e quando joga bem mas perde. Não contem comigo para agitar lenços brancos, não contem comigo para dizer que tenho vergonha do meu clube.
(Entendo quem criticou a exibição contra o Estrela - também eu a critiquei. Não percebo – não consigo perceber – quem critica, de forma intelectualmente desonesta, a exibição contra a Académica, e quem se sente legitimado para, no fim de uma partida daquelas, agitar lenços brancos, a 6 jogos do fim do campeonato. Na maneira como vivo o Benfica não há lugar para lenços brancos nem para gente que afirma que ‘tem vergonha’ do clube. Não sei o que querem dizer, a minha filosofia não o alcança, não o concebo).

Não tiro o post sobre o Piloto – escusam de gastar o vosso tempo a pedi-lo. O Benfica deu um banho de bola. Foi roubado (de uma forma que levaria os hipócritas do Lumiar a promover um levantamento popular) e teve um azar inclemente. Reduziu a Académica a uma equipa entrincheirada numa valeta com a protecção de um asno que dizem que é árbitro.

Não tenho nem nunca terei ‘vergonha’ do meu clube. Não brando nem nunca brandirei lenços brancos. Não assobio nem nunca assobiarei a minha equipa. Hei-de lá estar, em nossa casa, de alma desfraldada, em todos os jogos até ao fim.
Faz isso de mim um acomodado? Um tipo sem exigência (palavra muito em voga)?
Não. Faz de mim um Benfiquista.

Quem quiser siga comigo e com quem apoia incondicionalmente este clube até às profundezas do Inferno. Quem não quiser mande a toalha ao chão, entre numa espiral de loucura, e clame por substituições de treinadores, directores desportivos, presidentes, roupeiros, tratadores de relva e senhoras da limpeza.
Façam-se as contas no fim.

Para quem tenha dúvidas:
Defendo a manutenção do treinador.
Apoio, sem qualquer tipo de hesitação, o Rui Costa.
Defendo a recandidatura de LFV.

Para mim – para mim – isto é defender o Benfica.

Digo-o aqui com toda a frontalidade e com o orgulho inabalável de o poder dizer com a alma limpa e a cabeça erguida, sem amarras nem constrangimentos, sem dever rigorosamente nada a ninguém.

E esmurrem-me e pontapeiem-me e façam o que quiserem. Quantos são, venham eles, provem disto.
Não me desvio um milímetro do meu rumo.
Levanto-me as vezes que for preciso (uma, duas, três, 14 milhões de vezes – uma por cada um de nós) e cuspo-lhes sangue em cima.

p.s. Apetece-me agarrar no carro e ir limpar a alma para a Casa do Benfica de Gaia.
Gwaihir in Tertúlia Benfiquista
E se o Pl@ka falou...tá falado!

2 Comentários:

águia_livre disse...

Quem fala assim, não é gago

Um abraço Glorioso
.

Nuno M. S. Aleixo disse...

Obrigado pelo elogio!

Bem vindo!

Abraço benfiquista!

top