Espero que estejam satisfeitos... Eu estou!

- Luís Filipe Vieira foi reeleito, de forma esmagadora, ao vencer as eleições com 91,74 por cento. Na segunda maior votação do clube da Luz (20.672 votantes - 243.785 votos), a lista A totalizou 223.656 votos (18.825 votantes), contra 6.610 votos (505 votantes) da lista B, Sempre o disse, se LFV ganhasse por menos de 90% seria uma derrota.

- Saliento a maneira calma, pacífica e democrática como decorreram estas eleições.

- O MP não apareceu pela Luz. Quem afirmou isto, é juiz e diz-se benfiquista. Não o esquecerei.

- Depois de uma semana de autêntica palhaçada e mentiras por parte da Lista B, com o apoio de certa comunicação social, hoje decidi seguir o concelho de um certo personagem. Decidi seguir o que os tribunais mandam, decidi, aliás como sempre, acreditar na justiça deste pais. O líder da Lista B disse várias vezes que os tribunais, a lei e a justiça teriam de ser respeitados. Hoje, após ler isto, tenho de concordar com ele: - "O Tribunal Cível de Lisboa informou esta sexta-feira que não há qualquer decisão sobre o objecto da providência cautelar interposta por Bruno Carvalho, permitindo a realização de eleições no Benfica com duas listas.

Num despacho emitido no dia das eleições, a que a Agência Lusa teve acesso, um juiz da 9.ª vara considera não existir "qualquer título executivo judicial susceptível de ser executado" e multa Bruno Carvalho em cerca de 190 euros por "falta de prudência" no requerimento que pedia a execução da citação ao Benfica.

Segundo o juiz, "não foi proferida sentença de mérito, quer de procedência, quer de improcedência" na providência cautelar da suspensão da deliberação da Mesa da Assembleia-Geral que admitiu às eleições a Lista A, liderada pelo actual presidente do clube, Luís Filipe Vieira.

O despacho, que responde ao pedido de execução da citação, adianta que "do artigo 397.º, n.º, do Código de Processo Civil não decorre a imposição ao tribunal da prática de medidas do tipo executivo", nomeadamente o afastamento da Lista A das eleições.

O magistrado defende que "a providência de suspensão de deliberação social não comporta medidas de tipo executivo", ao contrário do que sucede "com outras providências", entre as quais "arresto, arrolamento, restituição provisória de posse"
.

- Sou um homem de memória. Não vou esquecer quem, através de jogadas nojentas, tentou concorrer sozinho a estas eleições, não me vou esquecer que um tal Movimento, nos últimos dias, se colou às tais jogadas promovidas por uma "coisa", mentiras asquerosas com a bênção e apoio de certa imprensa. Não o esquecerei.

- Espero que um certo badocha, tenha lido isto e não vomite mais barbaridades.

- Espero que alguns atrasados mentais, sejam humildes, se fechem em casa nos próximos dias e percebam de uma vez por todas o que os sócios do Benfica querem para o clube!

- Caso o candidato da Lista B precise de ajuda monetária para pagar a multa imposta pelo tribunal, pode sempre pedir a quem esteve por detrás da sua candidatura...

- Já agora, espero que o país aprenda com o SL Benfica e implemente o voto electrónico. Hoje votou-se no continente, ilhas e no resto do mundo.

- Agora quero é bola. Tenho saudades de ver o Benfica jogar.

E se o Pl@ka falou...tá falado!

1 Comentários:

Dylan disse...

As eleições presidenciais no Benfica tiveram o condão de unir a nação benfiquista. Contra "cavalos de Tróia" e os sedentos de protagonismo, onde não faltaram as manobras pseudo-jurídicas para impedir o acto eleitoral e denegrir os estatutos do clube. A histeria provocada torna-se compreensível à medida que se aproxima o dia em que o Benfica tornará a ser detentor dos seus direitos televisivos desportivos e a sua TV começa a ter o êxito esperado. O poder associativo do Benfica nunca deve ser menosprezado por ninguém assim como a gratidão para com quem transfigurou um clube despedaçado num clube moderno e eclético.

http://dylans.blogs.sapo.pt/

top